Polí­tica

Foto: Divulgação

O PSDB no Tocantins poderá trocar de comando a partir de abril quando será realizada a eleição para o diretório estadual atualmente comandado pelo empresário Ernane Siqueira. A data do pleito ainda não foi marcada por que todos os detalhes dependem de uma reunião entre o presidente e o governador Siqueira Campos além do secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos.

“Eu vou me reunir com o governador esta semana para definir e ver como ficará o partido”, disse Ernane ao Conexão Tocantins. O atual presidente disse que ainda não definiu se vai tentar reeleição e caso decida por esta opção poderá ter que enfrentar internamente o deputado estadual Freire Júnior. “ Eu estou sabendo que o Freire vai querer disputar mas ainda não sei se eu vou participar da eleição”, disse. Freire Júnior mesmo sendo da base é um dos parlamentares mais críticos com relação ao atual governo e chegou a definir a reforma administrativa como “mixuruca”. O tucano questionou e cobrou o governo também com relação à situação das estradas principalmente na região Sudeste na qual representa.

Conforme o presidente, sua decisão depende da orientação do governador. “ O que o governador e a maioria decidir será o que eu vou acatar”, comentou.

Alianças

Caso permaneça no comando da legenda Ernane Siqueira chama atenção para a necessidade de manter as alianças partidárias do atual governo. “ O partido precisa estar preparado e fortalecer as alianças para 2014”, falou. Ele considera a possibilidade do atual governador querer buscar a reeleição. “ O governador é candidato natural e nós temos que respeitar isso”, disse. O nome mais cogitado no partido para 2014 é o do secretário Eduardo.