Campo

Foto: Divulgação

Encerrou nesta quinta-feira, 14, no Norte do Estado, uma operação desenvolvida pela Adapec – Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins, sobre a comercialização de produtos agrotóxicos em casas agropecuárias.

A equipe formada por sete inspetores agropecuários visitou casas agropecuárias nos municípios de Araguatins, São Bento, Buriti do Tocantins, Esperantina, São Sebastião, Augustinópolis, Carrasco Bonito, Sampaio, Praia Norte, Axixá, Tocantinópolis, Maurilândia, Nazaré, Santa Terezinha, Luzinópolis, Ananás, Cachoeirinha, Riachinho, Angico, Sítio Novo, São Miguel e Itaguatins.

Segundo o chefe de Divisão de Agrotóxicos da Adapec, Carlos Barbosa Lima, o objetivo da operação foi regularizar o comércio de produtos agrotóxicos nas revendas daquela região. “A operação foi realizada com sucesso, emitimos 15 notificações e 15 multas, das quais os comerciantes poderão recorrer”. Ele ainda explicou que as principais infrações encontradas nas casas agropecuárias foram: a venda de produtos agrotóxicos sem o certificado de registro da Adapec e comercialização destes produtos de maneira fracionada.

Os comerciantes que receberam multas ou foram notificados tem 30 dias para regularizarem seus estabelecimentos, caso não atendem as exigências legais, a Adapec poderá suspender o comércio desses produtos.

A operação também teve a finalidade de alertar os proprietários de casas agropecuárias sobre o recadastramento obrigatório dos estabelecimentos que encerra no fim deste mês. Eles também foram orientados a conscientizar os produtores da importância do destino adequado das embalagens vazias de agrotóxico. O posto de recolhimento que atende a região esta localizado no município de Tocantinópolis. (Ascom Adapec)