Polí­cia

Foto: Divulgação

Após polêmica entre o Comando Geral da Polícia Militar e o Sindicato dos Policiais Civis, a presidente do Sinpol, Nadir Nunes divulgou uma recomendação à categoria. Ela pede que os policiais só usem viaturas, caracterizadas ou não, após comprovarem a atualização dos documentos junto ao Detran e á Receita Estadual.

“O Policial Civil que não observar a documentação do veículo e não estiver conduzindo-o de acordo com a legislação de transito, poderá ser multado, inclusive arcando com o ônus da mesma, já que a multa será lavrada em nome do condutor”, explica a recomendação.

O Sinpol divulgou nota oficial emitida na manhã da última sexta-feira, 15, onde acusou policiais militares de abuso de poder e violência excessiva em abordagens feitas a viaturas da Polícia Civil no Tocantins. Nadir Nunes citou fato em que policiais militares, ao abordarem uma viatura da Polícia Civil teriam usado de força desnecessária. Conforme explicitado na nota, em um determinado caso, um policial chegou a engatilhar sua arma contra um agente da Polícia Civil.

Em resposta a PM com relação á abordagem citada pelo Sinpol o policial não teria se identificado. Conforme a PM, por volta das 10h, uma viatura militar teria recebido uma denúncia de que um carro estaria em alta velocidade e fechando diversos veículos na Av. NS-04. De acordo com a Polícia Militar, ao abordar o motorista, Alessandro Ribeiro Cavalcante não quis se identificar e ficou constatado no local que a documentação do veículo estava irregular. Desta forma o carro foi apreendido e o condutor levado à delegacia.

Veja a recomendação na íntegra:

RECOMENDAÇÃO

Diante dos últimos acontecimentos, apreensão de viatura e expedição de multas ao condutor da mesma, e ainda, da repercussão causada nos meios de comunicação e nas próprias instituições, a Presidente do SINPOL-TO, Nadir Nunes, vem através desta RECOMENDAR ao Policiais Civis que: só usem viaturas policiais, caracterizadas ou não, após comprovarem a atualização de seus documentos junto ao Detran-TO e Receita Estadual.

O Policial Civil que não observar a documentação do veículo e não estiver conduzindo-o de acordo com a legislação de transito, poderá ser multado, inclusive arcando com o ônus da mesma, já que a multa será lavrada em nome do condutor.