Palmas

Foto: Divulgação

Após vários encontros nas últimas semanas, a Prefeitura de Palmas através da Secretaria de Planejamento  fez uma proposta para o sindicato de servidores públicos municipais com relação ao reajuste de 3% reivindicado pela entidade. O benefício foi concedido ano passado pelo ex-prefeito Raul Filho (PT).

A intenção do secretário de Planejamento Adir Gentil é parcelar o benefício, o que será analisado pela categoria em reunião na segunda-feira, 25. O Sisemp já convocou os servidores para discutir o assunto. Conforme o Conexão Tocantins apurou a intenção do Sindicato é negociar o pagamento em parcela única ou em no máximo em duas vezes.

Adir Gentil chegou a afirmar que o reajuste é um direito dos servidores mas apontou irregularidades na  maneira como foi concedido pela gestão passada. “O reajuste é justo, o jeito que foi aprovado que é ilegal e incoerente. Será apresentada a tabulação com a maneira que podemos efetuar o pagamento”, afirmou.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Carlos Augusto Melo Oliveira frisou que a escolha será feita pela maioria.

O reajuste já foi motivo de manifestação por parte dos servidores que com faixas pediram o pagamento do reajuste previsto na  lei municipal nº 1.884, de 23 de maio de 2012. Conforme o Sisemp, Cerca de 6.500 servidores serão beneficiados com o reajuste.