Polí­tica

Foto: Koró Rocha

O ingresso de pessoas em estabelecimentos comerciais e públicos utilizando capacete ou qualquer tipo de cobertura que oculte a face poderá ser proibido no Estado do Tocantins. A proposta é do deputado Stalin Bucar (PR), que apresentou um anteprojeto de lei sobre o tema na sessão desta terça-feira, dia 26. Já a utilização de bonés, capuzes e gorros não se enquadra na proibição, salvo se ocultarem o rosto. A lei se estende a condomínios e postos de combustíveis.

O deputado deve a justificativa ao aumento da violência nos centros urbanos. Para ele, a sociedade se tornou refém dos bandidos. “Diariamente tomamos conhecimento de casos de violência, assaltos, delitos dos mais diversos tipos cometidos por pessoas que fazem uso de capacetes ou máscaras para não serem identificadas“, afirmou Stalin.

Segundo o parlamentar, a segurança pública representa um grande desafio a qualquer governante. “A legislação está ultrapassada e protege os meliantes, especialmente os menores de idade, que hoje atuam como testas-de-ferro para os grandes traficantes e comandantes dos crimes”, concluiu. (Dicom AL)