Cultura

Foto: Divulgação Feira do Bosque, recebe os turistas e as famílias palmenses Feira do Bosque, recebe os turistas e as famílias palmenses

Com artesanato, gastronomia e música, a tradicional Feira do Bosque, recebe os turistas e as famílias palmenses no domingo, a partir das 17 horas, na Praça dos Pioneiros. A atração desta semana é o cantor Gilberto Lóia, que promete o melhor da música popular brasileira, às19 horas.

O músico conta que começou a se interessar por música muito cedo, aos seis anos de idade e falou sobre a origem do seu nome artístico que surgiu pelo fato de pertencer à família dos Loia na cidade onde nasceu, Mossoró-RN. “E na cidade onde eu morava, as emissoras de rádio que na época era AM tocavam muitos estilos, do erudito ao popular e por isso monto, até hoje, um repertório bastante variado dentro da MPB e Bossa Nova, samba, Forró, Chorinho” pontuou Gilberto Loia.

A Feira do Bosque prioriza a valorização da cultura regional ao estimular a produção artesanal e, atendendo a reivindicações do movimento cultural, viabiliza um espaço próprio, bem localizado e permanente, que permite expor e concentrar em um só lugar, a diversificação dos seus produtos. 

Histórico da Feira 

A Feira do Bosque surgiu da necessidade em construir um espaço adequado para os artesãos através do projeto Bate-papo Cultural e no ano de 1995 foi inaugurada a estrutura da Feira que contava com a participação de 100 artesãos. Em 2009, a lei 2240 declarou a Praça do Bosque como patrimônio turístico e histórico do Estado do Tocantins. Hoje a feira conta com 170 barracas, entre artesanato e alimentação.