Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador Ataídes Oliveira (PSDB/TO) afirmou em discurso que só há uma maneira de “desbaratar a quadrilha instalada no Sistema S: a instalação de uma CPI”.

Ataídes alertou, mais uma vez, sobre o desperdício de dinheiro público nas entidades que compõem o Sistema S. Segundo o senador, apesar dessas empresas serem públicas, não há nenhuma fiscalização no controle de seus gastos.

Apesar de utilizar contribuições sociais do empresariado, além de transferências do setor público, o parlamentar lembrou que o Sistema S age sem compromisso e sem transparência com o interesse público.

“Não posso e nem devo ficar calado diante dessa máfia que se instalou, nos últimos anos, dentro do Sistema S. O dinheiro é do povo brasileiro e a Constituição Federal obriga a transparência, mas infelizmente, para estes senhores, a lei é letra morta”, lamentou o senador.

O senador reafirmou que é um defensor do Sistema S, mas segundo ele, o sistema tem que ser melhor administrado e dar maior oportunidade de capacitação aos jovens brasileiros.