Polí­tica

Foto: Divulgação Roberto Sahium, Amastha, Crivella e Halum durante reunião Roberto Sahium, Amastha, Crivella e Halum durante reunião

O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, recebeu na noite desta quarta-feira, 10, o deputado federal César Halum (PSD-TO), o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) e o secretário de Agricultura da capital tocantinense, Roberto Sahium. A audiência teve como objetivo discutir a repeito do Projeto de Desenvolvimento da Piscicultura Sustentável- Martim Pescador, que criará um parque aquícola no Lago de Palmas, criando peixes com tanques redes, inclusive o Tambaqui – agora já liberado pelo Ibama. 

 “Esse projeto é socioeconômico, gerará mais renda e dará a oportunidade da classe média e baixa ter o peixe como alimento diário, pois reduzirá significantemente seu preço para o consumidor final. Será um investimento de 12 milhões de reais, com uma produção de 2,4 mil toneladas de peixe por ano”, defendeu Amastha.

O ministro Crivella prevê, para o início de maio, a conclusão do licenciamento e identificação dos parques que irão compor o complexo. Em seguida, ainda no mês de maio, o ministério lançará os editais para definir onde cada interessado poderá obter a concessão para instalar seu tanque rede.

“O encantamento do ministro e dos técnicos do ministério da Pesca pelo projeto, e pelos conhecimentos do secretário Roberto Sahium, consolidaram o apoio do Governo Federal, porque Palmas e o Tocantins estará ajudando o Brasil a melhorar os números no consumo e na produção de pescados”, enfatizou César Halum.

A convite do ministro da Pesca, César Halum embarca nesta sexta-feira, 12, às 7h, para Lajeado, para a inauguração e implantação do complexo do Parque Aquícola do Lajeado, no lago da hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães.