Polí­tica

Foto: Divulgação

O Partido dos Trabalhadores, presidido por Donizet Nogueira, vai definir no encontro deste final de semana na capital vários encaminhamentos que vão de encontro com a caminhada rumo ao palácio Araguaia no pleito do próximo ano. O partido vai reunir os deputados estaduais, prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, base sindical, petistas que ocupam cargos federais e demais militantes para definir a estratégia para 2014.

Do encontro há a expectativa que saia a deliberação de uma candidatura própria, que já vem sendo defendida por petistas. Um dos assuntos que deverá ser abordado, como confirmou Nogueira ao Conexão Tocantins, é a definição com relação ao governo do Estado. Na Assembleia Legislativa dos três deputados apenas Solange Duailibe se declara abertamente como oposição ao governador Siqueira Campos.

Nogueira negou que os deputados José Roberto Forzani e Amália Santana estejam contrariando a tendência natural do partido de ser oposição ao PSDB. “ Não existe divisão sobre a relação com o governo nem sobre 2014. O PT nunca esteve num grau de unidade como vemos atualmente”, frisou.

Ele conta que atualmente os dois deputados que são mais próximos ao governo são independentes e que o partido não impôs posição aos parlamentares. “ Neste final de semana vamos resolver isso. Queremos estar no palácio Araguaia e para chegar lá temos um caminho que será definido neste final de semana”, conta. O ex-prefeito de Palmas, Raul Filho é aguardado para o encontro deste final de semana, segundo Nogueira mas até o momento mesmo sendo convidado ele não participou de nenhum encontro regional da legenda.

Relação com o PP

Ultimamente Donizeti junto com o ex-prefeito de Porto Nacional, Paulo Mourão e ainda o ex-secretário de Saúde, recém filiado na legenda, Nicolau Esteves tem se encontrado várias vezes com a cúpula do PP no Estado. O último encontro foi na noite desta quarta-feira, 10, em Brasília onde estavam presentes o presidente regional, deputado federal Lázaro Botelho, a ex-prefeita Valderez Castelo Branco, que é muito próxima de Nicolau, além do presidente do PP de Palmas, o secretario de Governo da prefeitura, Tiago Andrino bem como o presidente da Câmara da capital, Major Negreiros.

A discussão , conforme contam participantes da reunião,  é em torno de uma aliança para 2014. Outro debate está marcado para o domingo, 14, onde devem se afunilar ainda mais a aliança entre as legendas. “ Há um consenso sobre  a tendência natural dos partidos estarem juntos”, avaliou um pepista.

PT e PP chegaram a mandar uma nota conjunta à imprensa comunicando do encontro em Brasília.

Veja a nota conjunta encaminhada pelo PT e PP:

Nota oficial conjunta do Partido dos Trabalhadores e Partido Progressista

Representantes dos Diretórios Estaduais do Partido dos Trabalhadores e do Partido Progressista estiveram reunidos em Brasília na última quarta-feira, 10 de abril de 2014, onde avaliaram a atual conjuntura política do Tocantins. Os dirigentes de ambos os partidos apontaram como deliberação no encontro a realização de uma nova reunião neste domingo, 14, desta vez em Palmas, para continuar debatendo a conjuntura.