Palmas

Foto: Ademir dos Anjos

A arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) do primeiro exercício da atual gestão registrou um aumento de 51,13 % em relação ao ano passado. O montante arrecadado até esta quarta-feira, 10, último prazo para pagamento do imposto com desconto, saltou de R$ 10.412 milhões em 2012 para R$ 15.736.647,68 neste ano.

A revisão da Planta Genérica de Valores dos Imóveis, a ampliação no horário de atendimento na Secretaria de Finanças, a prorrogação do prazo para 10 de abril e o incentivo ao pagamento do tributo com desconto de 30% (para o liquidação à vista), são alguns dos fatores que contribuíram para o reflexo positivo na arrecadação.

A meta da gestão é audaciosa, como explica o prefeito Carlos Amastha. “Estamos trabalhando para que em 2014 possamos dobrar esse montante arrecadado, chegando a R$ 30 milhões. Esta é uma meta perfeitamente possível e para isso a secretaria de Finanças já está trabalhando na modernização dos sistemas”, ressaltou.

Entre as ações planejadas que irão impactar positivamente no aumento da arrecadação do tributo é a atualização do cadastro municipal, para verificar e corrigir informações,  a implantação do IPTU progressivo, entre outras ações.

IPTU em atraso 

Para quitar o IPTU 2013, os contribuintes terão que pagar multa de 20% e juros de 1% ao mês. O montante pode ser pago a vista com desconto ou dividido de 4 a 12 parcelas.

Os contribuintes que não quitaram o tributo neste ano serão inscritos no Cadastro de Inadimplentes do Município em até 90 dias após o encerramento do exercício, ou seja, em 2014.