Estado

Foto: Divulgação

Palmas a capital mais nova do país, tem sua frota de veículos considerada alta quando comparada as demais capitais, de acordo com dados do IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas, existe um veículo para cada 1,8 habitante no município, que conta hoje com uma frota de 136.135 veículos. O número de veículos no Estado vem aumentado muito, de acordo com dados estatísticos do Detran Tocantins, neste mês de abril a frota total do Estado ultrapassou os 500 mil veículos, sendo a capital com o maior volume, seguida pelo município de Araguaína com 84.873 e Gurupi com 46.653.

O estado está no 24ª lugar de frota veicular do Brasil, por uma pequena diferença abaixo dos estados de Sergipe e Alagoas. Com o aumento da frota acarreta-se ao aumento de condutores e o Detran-TO vem trabalhando arduamente em suas ações de educação para que esse crescimento não gere problemas e situações de risco no trânsito. As ações vão desde a realização de programas educativos como: o Programa “Detran-TO Educando Para a Vida”, voltado aos alunos do 1º ao 9º ano das escolas da rede pública e privada de todo o Estado, fiscalização do trabalho que é desenvolvido nos Centro de Formação de Condutores (CFCs), para acompanhar a qualidade do que é transmitido aos condutores, para retirada da primeira habilitação ou renovação de carteira, palestras educativas, até a produção de campanhas de conscientização.

As campanhas tem como foco a mudança de comportamento dos condutores, ciclistas e pedestres e servem para alertar a sociedade sobre os cuidados que devem ser tomados quando estiverem no trânsito. Durante o carnaval foi realizada a campanha “Balada Consciente”, onde foram distribuídos panfletos e flyers informativos e cerca de 150.000 etilotestes (bafômetros descartáveis), ação essa que se tornará permanente. As atividades educativas são realizadas durante todo o ano, mas nos períodos de feriados ou datas especiais são intensificadas, durante a semana santa também foram realizadas ações de conscientização educação para toda a sociedade.

Além do trabalho de educação o órgão também fiscaliza através de sua Coordenadoria de Policiamento de Trânsito e Policiais Militares, que atuam como agentes de trânsito realizando blitzen, onde são verificados itens como: emplacamento, uso do cinto de segurança, condições de circulação e documentação do veículo e do condutor. As ações estão intensificadas com a operação "Lei Seca - Eu apoio", que está acontecendo no período de quinta à domingo nas principais avenidas da capital, essa ação é realizada em conjunto com a Policia Militar (PM), Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) e Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Civil e Trânsito (SMSDCT) e Projeto ‘’Vida no Trânsito’’.

O órgão vem atuando também como agente firmador de apoio para a municipalização do trânsito no Estado, visto que, esse aumento da frota ocorre não somente na capital, mas em todos os municípios, e para que o trânsito não sofra com esse aumento causando danos aos cidadãos, a municipalização é o ponto de partida para que as regras sejam cumpridas e para resguardar a vidas de todos que estão envolvidos. Doze municípios já receberam a visita técnica da equipe do órgão para que o processo seja agilizado e para adequação das normas estabelecidas pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Para o diretor geral do Detran-TO, Coronel Júlio César da Silva Mamede o crescimento da frota sendo trabalhado de forma correta é positivo para o Estado, por isso o órgão faz campanhas de conscientização, capacitações e insere programas para que a população tenha um trânsito mesmo que movimentado mais seguro “O Detran-TO pensa num trabalho articulado e continuado seja nas ações de apoio a municipalização, educação e fiscalização. O aumento da frota nos estimula também a investir cada vez mais num melhor atendimento ao cidadão que precisa dos nossos serviços”, finalizou.

Motocicleta

A frota de motocicletas do Tocantins é maior do que o número de automóveis. De acordo com os dados estatísticos os números são: 175.820 e 151.322, respectivamente. Na capital os dados se invertem, são 56.698 automóveis e 36.884 motocicletas.