Palmas

Foto: Divulgação

Com um efetivo de aproximadamente 20 pessoas, equipes da Secretaria de Segurança, Defesa Civil e Trânsito, através da Superintendência de Trânsito e da Guarda Metropolitana, em parceria com as polícias Militar e Comunitária, estarão nas ruas na noite desta sexta-feira, 26, com o objetivo de coibir a combinação álcool e direção. As blitze repressivas da Operação Lei Seca Eu Apoio começaram na noite dessa quinta-feira, 25, e seguem até domingo, 28.

Somente na noite de ontem, foram abordados 212 veículos, sendo que destes nove ficaram retidos e nenhum deles foi removido. Ainda durante a operação dessa quinta-feira foram realizados 50 testes de bafômetros, com três resultados positivos, e apenas um motorista se recusou a fazer. Também, quatro pessoas tiveram suas CNHs recolhidas.

Operação

A iniciativa da Prefeitura de Palmas começou no período festivo do Carnaval, tendo obtido resultados positivos na redução de acidentes na Capital. Para se ter ideia, os números, com base nas operações realizadas no período de 22 de fevereiro a 31 de março, resultaram na queda de 50% nas ocorrências de acidentes com vítimas fatais em relação ao mesmo período do ano passado.

Em 2012, nesse mesmo período, o número de acidente chegou a 434. Já com a Operação Lei Seca Eu Apoio foi registrado um total de 320 acidentes, resultando numa redução de 26,26% do total de ocorrências.

Em 2011, Palmas foi apontada pelo público masculino, em uma pesquisa nacional, como a 2ª capital brasileira no ato de beber e dirigir. Mudar essa realidade e reduzir esse número foi uma das prioridades da gestão do prefeito Carlos Amastha.