Campo

Foto: Divulgação

Um representante do projeto desenvolvido pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, através do Laboratório de Redes Avançadas e Multimídia, propôs a expansão estratégica da Metrotins - Rede Comunitária de Educação e Pesquisa da Região de Palmas - até o Centro Agrotecnológico de Palmas, localizado na TO-050, saída para Porto Nacional. O projeto foi apresentado na manhã desta terça-feira, dia 30, ao secretário executivo da Seagro – Secretaria da Agricultura e Pecuária, Ruiter Padua, na sede da pasta.

Segundo o professor de Computação e um dos autores do projeto, Gentil Veloso Barbosa, a intenção é estender a rede de fibra ótica para atender as instituições de pesquisa localizadas no Complexo Agrotins, possibilitando a interligação dos órgãos. 

Padua garantiu o apoio do Governo do Estado, por meio da Seagro. “É algo muito importante para ampliação das nossas pesquisas no local e também para garantir acesso às novas tecnologias.”

Dentre os objetivos do projeto está a realização de um levantamento da estrutura da rede elétrica necessária e interligação com a estrutura existente, bem como realizar o levantamento da estrutura de fibra ótica para interligar a extremidade da radial sul (1.301 Sul) ao Complexo da Agrotins. “Dentro dessa perspectiva, estrategicamente, a Metrotins cobrirá praticamente toda a área metropolitana de Palmas, incluindo a região Sul do novo Plano Diretor, que possui déficit de tecnologias de acesso à internet”, considerou Barbosa. (Ascom)