Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado Osvaldo Reis (PMDB) levará para a reunião do PMDB do Tocantins que ocorrerá na segunda-feira, 13, uma proposta de composição do Diretório Estadual do Partido. Devem compor o Diretório, segundo Reis, os nove ex-presidentes do PMDB, os três ex-governadores, os cinco deputados estaduais, os dois suplentes, 23 prefeitos, os 10 vice-prefeitos, 10 ex-prefeitos, três vereadores de Palmas, dois vereadores de Araguaína, dois de Gurupi, dois de Porto Nacional, dois de Araguatins e dois de Augustinópolis e um vereador de Paraíso do Tocantins. Reis frisou que os três deputados federais do PMDB já estão inclusos como ex-presidentes do Diretório, já que a composição é nominal (cada um tem direito a apenas um voto).  

O Diretório Estadual do PMDB do Tocantins é composto por 93 membros, Osvaldo Reis está propondo a indicação 76 nomes para a composição inicial, restando 17 vagas para as acomodações, como lideranças políticas ainda não contempladas. “Todas as indicações que estou propondo para o Diretório são de representantes populares, políticos que já tiveram mandatos, eleitos pelo povo”, assinalou o deputado.

O parlamentar explicou que entregará a proposta para os dois coordenadores da Comissão Eleitoral, a deputada estadual Josi Nunes e o deputado estadual, Iderval Silva. “Estou buscando um entendimento para uma candidatura única que irá presidir o Diretório do Partido, o PMDB tem pressa, pois precisamos construir uma proposta positiva agregando todos os componentes, para caminharmos juntos em torno de uma candidatura própria em 2014”, defendeu. (Assessoria de Imprensa)