Educação

Com participação significativa nas duas edições já realizadas, os alunos da rede pública de ensino em todo o Estado têm até a próxima segunda-feira, 27, para se inscrever no 3º Concurso de Confecção de Cartazes contra as Drogas. O tema da edição deste ano é “Educação na Prevenção às Drogas” e premia os melhores trabalhos em várias categorias. A inscrição deve ser feita junto à coordenação da escola onde o aluno estuda.

O concurso, que busca incentivar e esclarecer as crianças do 2º ao 5º ano do ensino fundamental em relação a um dos problemas mais sérios que afetam a saúde e a vida das pessoas de todas as idades, em especial os jovens, é uma iniciativa do Conselho Estadual Anti Drogas, vinculado à Secretaria de Estado de Defesa Social (Sdes) e Secretaria de Estado de Educação e Cultura (Seduc). De acordo com Magna Valadares, coordenadora do Concurso, “é muito importante a participação dos alunos na formação de uma consciência longe das drogas”, diz.

Ainda segundo a coordenadora, o trabalho de confecção dos cartazes com base no tema proposto recebe a orientação de professores e se constitui numa “forma lúdica de trabalhar a valorização da vida, levando a elas (crianças) a percepção e um modo de pensar e trabalhar esta questão da educação, a fim de que as drogas sejam evitadas”, enfatiza, acrescentando que em cada turno elas dispõem de espaço, tranqüilidade e apoio para realizar suas criações.

Os estudantes, como detalha a coordenadora, têm toda a liberdade para criar e expressar o pensamento, enfocando a Educação como meio de ajudar a outrem na compreensão da gravidade de todo tipo de droga, desde que, com base no regulamento que rege o certame, não expressem formas ou meios que induzam à  violência física, racista, homofóbica, religiosa, política e de qualquer outra natureza.

A realização do 2º Concurso de Cartazes contra as Drogas em 2012, ainda conforme Magna Valadares, revelou trabalhos bastante criativos, em que foram selecionados produções de alunos de municípios de todo o Estado, inclusive de estudantes de escolas rurais. “Por isso destacamos como importantíssima essa participação, e aproveitamos a oportunidade para conclamar a todos os alunos a participarem do concurso”, reforça a coordenadora.