Estado

Foto: Divulgação Chácara Pousada do Lago deve começar a funcionar em oito meses Chácara Pousada do Lago deve começar a funcionar em oito meses

 A abundância de rios e lagos permeados por uma grande diversidade de espécie de peixes tem feito do Tocantins um dos destinos mais procurados do Brasil para a prática de pesca esportiva. De olho do mercado movimentado pelos praticantes do esporte, a Sedecti – Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação tem buscado investidores interessados em explorar de forma sustentável o potencial oferecido pelo Estado.

 A Pousada Lago de Palmas será voltada especificamente para o turismo ambiental e pesca esportiva. O empreendimento está sendo construído numa área de 80 mil m² à margem do ribeirão Santa Luzia, próximo ao distrito de Luzimangues, no município de Porto Nacional. A obra está prevista para ficar pronta no prazo de aproximadamente oito meses e contará com 12 chalés, restaurante, área de camping e toda infraestrutura para a prática da pesca esportiva.

 Inicialmente o empreendimento deve gerar pelo menos 30 empregos diretos nas instalações da pousada. Segundo o empresário de São Paulo e proprietário da pousada, Rui Façanario, a ideia é oferecer capacitação aos pescadores ribeirinhos da região para atuarem como guias de pesca. “Nós vamos capacitar os próprios pescadores ribeirinhos, que conhecem bem o lago, para que atuem como guias de pesca. Eles serão treinados para utilização dos equipamentos de pesca esportiva e relacionamento com os turistas”, destaca Façanario.

 O empresário decidiu investir no Tocantins ao conhecer o potencial do Estado, apresentado pelo secretário da Sedecti, Paulo Massuia, durante a Feipesca – Feira Internacional da Pesca realizada em São Paulo, no mês de março deste ano. O objetivo do investimento é explorar o potencial oferecido pelo lago de Palmas e atrair turistas da região sul e sudeste que tem deixado o Brasil para praticar a pesca esportiva na Argentina.  

 Interesse pelo esporte cresceu 137% em dez anos

 Segundo dados do Ministério da Pesca, cerca de 70 mil brasileiros viajam anualmente para praticar a pesca esportiva na Argentina, país com grande potencial e organização do segmento.

 O Tocantins tem atraído o interesse de investidores nessa área, pois de acordo com dados divulgados pelo Ministério do Turismo, 86,64% dos praticantes da pesca esportivo buscam locais as margens de rios e lagos.

 A pesquisa ainda aponta que 33,40% dos amantes do esporte pescam pelo menos uma vez por mês e 28,50% duas vezes por ano. Outro fator positivo para investimentos no setor é que a pesca esportiva está em franca expansão, pois em 1998, foram emitidas cerca de 80 mil licenças, já em 2009 este montante aumentou para cerca de 190 mil licenças, um crescimento de 137% em dez anos.

 De acordo com o empresário, com 20 anos de experiência na área, os praticantes do esporte têm alto poder aquisitivo e movimentam a economia dos destinos estruturados. “Esse público está disposto a investir de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00 em uma viagem de pesca, sendo que boa parte desse dinheiro é em hospedagem e equipamentos adquiridos no destino escolhido”, afirmou.  

 Tocantins será divulgado em todo o país

 Façanario também é apresentador do “Programa Destinos da Pesca”, exibido aos domingos na emissora nacional, Rede Brasil. Com os investimentos no Tocantins, o Estado passará a ser tema de reportagens no programa onde o potencial será divulgado a outros investidores e amantes da pesca esportiva em todo o país.(Sedecti)