Polí­tica

Foto: Divulgação João Ribeiro é o presidente regional do partido no Tocantins João Ribeiro é o presidente regional do partido no Tocantins

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) rejeitou por unanimidade as contas do Partido da República, partido presidido pelo senador João Ribeiro, das eleições do ano passado. O partido não tinha uma conta específica, segundo apontou o pleno. A corte determinou ainda a suspensão do Fundo Partidário da sigla por um ano.O acórdão da decisão foi publicado no Diário da Justiça da sexta-feira, 24.

Recentemente Ribeiro passou por um transplante de medula e ainda está em fase final de tratamento por isso está afastado das atividades partidárias desde o ano passado. Enquanto isso alguns filiados fazem visitas a municípios e tentam fortalecer a legenda nos municípios do interior.

O partido está dividido com relação ao apoio ao governo estadual já que alguns membros como os deputados José Bonifácio e Amélio Cayres são aliados de Siqueira Campos, mas, Luana Ribeiro - filha do senador -  e Stalin Bucar se declaram oposição. Já o senador após a derrota de sua filha candidata no pleito municipal em Palmas tenta se aproximar politicamente do atual prefeito Carlos Amastha (PP).

Na eleição de 2012 o PR elegeu apenas 14 prefeitos.