Bastidores

Foto: Divulgação

Cada vez mais junto

Não é novidade a aproximação e parceria entre PT E PP no Estado embora não tenham estado junto nas eleições municipais do ano passado. A amizade entre o presidente do PT, Donizeti Nogueira e o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) também já é conhecida. O que aguça a curiosidade é quais são as chances reais de composição entre as duas legendas para 2014. Um fator em comum já há: o desejo de apresentar um projeto de mudança para a sociedade.

“Boto fé!”

O prefeito de Palmas Carlos Amastha (PP) postou em sua rede social uma foto de encontro com o presidente do PT, Donizeti Nogueira e os pepistas, deputado federal Lázaro Botelho que é presidente regional da legenda e o secretário de governo de Palmas e presidente do PP da capital, Tiago Andrino. Diz o prefeito que "bota fé" na parceria com o PT. “Parece que esta aliança esta indo no caminho certo. Esperemos o próximo capitulo”, disse na legenda da foto.

Reforço

Por falar em rede social elas têm sido um verdadeiro reforço para a atuação da prefeitura e de alguns vereadores. Através das redes eles postam foto de obras em andamento, encontros com lideranças, eventos e acabam mantendo o eleitor internauta informado de sua atuação. Destaque para o prefeito Amastha que posta foto e informa quase toda sua agenda nas redes sociais com direito a fotos.

Maus lençóis

Não há mais como fugir a crise na base aliada do governo estadual na Assembleia Legislativa do Tocantins que já ganhou corpo. Um governista relatou que os que permanecem calados sobre a situação é porque ainda tem esperanças de que as emendas parlamentares sejam liberadas. O desfalque de aliados vai aumentando: primeiro Luana Ribeiro (PR) no ano passado, depois o PT que resolveu ser oposição ao governo do Estado.  Ultimamente Raimundo Palito (PEN) disse em alto e bom som que não votará mais por orientação do Palácio e é claro que o deputado Marcelo Lelis (PV) também não anda lá tão satisfeito.

Encolhimento

Já há quem cogite que a base do governo esteja apenas com nove deputados firmes e fortes. Falando em desfalques na base do governo, o deputado Freire Junior (PSDB) chutou o balde e sem meias palavras desqualificou o governo e anunciou o rompimento. Ele foi bem claro ao dizer que Eduardo Siqueira Campos não será candidato e disse que o governador Siqueira Campos apesar da idade não mudou e continua tratando todos mal. Alegando discriminação ele já anunciou que vai deixar os quadros do PSDB e disparou ainda: “Siqueira foi decepção”.

Banho maria

O PDT está em banho maria. O partido comandado pelo casal Agnolin depois da eleição do ano passado não tem se posicionado se é oposição ou situação. Encima do muro e sem alinhamento político no Estado a legenda pode estar em qualquer um dos grupos para 2014 dependendo da conveniência e espaço nas proporcionais.