Polí­tica

Foto: Divulgação

“Essa nova redução chega como um decreto de falência para os 125  municípios do Tocantins que são sustentados pelo FPM e inviabilizam temporadas de praia e festas juninas de nossa gente” – com essa declaração, o presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), Leonardo Sette Cintra (PSDB) protestou diante do anuncio da queda de 17% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), do mês de junho, em relação à maio.

O anúncio foi feito pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), nesta quinta-feira, 13 de junho. O Governo Federal estimou ainda que, para o mês de julho, a previsão de queda é de 16% e em agosto, crescimento de 7%.

Alternativas

Promovendo reuniões regionais com prefeitos para fechar o planejamento de gestão da ATM, Leonardo Cintra informou que está aproveitando esses encontros para buscar soluções para compensar as constantes quedas de FPM.

“Estamos discutindo diretamente com os prefeitos e prefeitas do Tocantins, alternativas para não fecharmos as portas das prefeituras, apesar das crescentes quedas nos repasses dos recursos e vamos continuar buscando ajuda, protestando até encontrarmos as soluções” – assegura Cintra. (Com informações da ATM)