Polí­tica

Durante o parlamento Popular que será realizado na cidade de Gurupi a partir desta terça-feira, 17, ao deputados pretendem implantar a CPI da Telefonia que já começou a ser articulada na Casa de Leis. O pedido foi apresentado pela deputada Josi Nunes do PMDB.A intenção é apurar a qualidade dos serviços oferecidos pelas operadoras de telefonia móvel no Estado do Tocantins bem como as responsabilidades das prestadoras, que recebem concessões públicas,  em caso de danos ao consumidor.

Os partidos vão indicar oficialmente os membros mas segundo informações já existem as assinaturas suficientes para que a CPI seja instalada. A propositura ganhou apoio de maioria dos parlamentares.

Em outros estados e inclusive a Câmara dos Deputados também já foi aberta CPI para que seja investigada a atuação das operadas. Ao todo são mais de 13 CPI’s no Brasil com a mesma propositura.

O Tocantins, principalmente municípios do interior, sofrem com várias reclamações com relação a má prestação de serviço, congestionamento nas linhas e cobranças indevidas.

O deputado do PT, José Roberto Forzani é um dos membros da CPI e frisou ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 17, que a Comissão vai de encontro a uma das principais realidades do Tocantins. “Essa é uma discussão que está sendo feita em todos os parlamentos e o Tocantins é o campeão dos campeões das reclamações. É um serviço caro e de péssima qualidade”, disse.

O parlamentar defende que a prestação de serviço seja à altura do que a população paga. “ A CPI vai melhorar para contribuir para que o serviço realmente seja de qualidade”, informou.