Estado

Foto: Divulgação

Cerca de 30 prefeitos, além de vereadores, secretários municipais e vices, liderados pela Associação Tocantinense de Municípios (ATM), participaram da solenidade de abertura da XVI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, ocorrida nesta terça-feira, 09 de julho, no Royal Tulip Brasília Alvorada Hotel.

 O presidente Paulo Ziulkoski iniciou sua fala chamando a atenção do governo federal para a crise que se agrava nas prefeituras brasileiras. De acordo com ele, “estamos numa crise profunda e eu chamo a atenção para sermos organizados. Nossa discussão é de Estado e nós somos apartidários” ressaltou.

 Porta de saída

 A prefeita reeleita de Peixe, Neila Pereira (PSDB), classificou a Marcha como uma porta de saída que os municípios possuem para manifestar sua concordância ou discordância com a política regida pela União junto aos entes federados.

 “A Marcha é importante, pois dá a todos nós esse momento de manifestação, de darmos o nosso grito por uma política mais justa e democrática. Afinal, nós carregamos o peso da responsabilidade de administrarmos os mais de cinco mil municípios” analisou.

Reconhecimento

O presidente da ATM, prefeito Leonardo Cintra foi bastante cumprimentado no evento. Muitos presidentes de entidades municipalistas fizeram questão de cumprimentá-lo de forma calorosa pela bravura de fechar uma rodovia federal em sinal de protesto contra a política de arrocho do governo federal, que teima em penalizar os municípios brasileiros.

 Os presidentes de todas as entidades estaduais de municípios, a convite do presidente da Confederação Nacional de Municípios, Paulo Ziulkoski compuseram a mesa de honra.

Programação

No final da manhã, ainda se pronunciaram os ministros da Saúde, Alexandre Padilha, e da Educação, Aloísio Mercadante. Já a presença da presidente Dilma Rousseff, marcada para acontecer na manhã de hoje, ficou agendada para quarta-feira, dia 10.

Por: Redação

Tags: ATM, Leonardo Cintra, Marcha dos Prefeitos