Palmas

Foto: Divulgação

Os vereadores de Palmas realizam nesta segunda-feira, 15, sessões extraordinárias para votação de cerca de seis projetos de interesse do Executivo. Os parlamentares estão de recesso mas foram convocados pelo presidente da Casa, Major Negreiros (PP) e segundo a Assessoria da Casa informou ao Conexão Tocantins as sessões não serão remuneradas. Caso a convocação fosse do prefeito Carlos Amastha (PP) a prefeitura teria que pagar o honorário dos vereadores.

Conforme o líder do prefeito, Joel Borges (PMDB) informou deverão ser votados o projeto que institui o Conselho municipal de Trânsito, o Refis que trata do parcelamento de algumas dívidas de contribuintes com o município bem como a data-base dos servidores municipais da Educação e do Quadro Geral.

Os vereadores podem discutir ainda sobre a alteração na lei orgânica do município com relação ás viagens internacionais do gestor no período inferior ou igual a 15 dias.