Estado

O deputado Sargento Aragão (PPS) solicitou audiência pública na Comissão de Serviços Públicos para discutir a situação do Igeprev. A Comissão vai estabelecer o calendário para a realização da audiência.  O presidente do órgão, Rogério Vilas Boas já foi convocado a  comparecer na Casa de leis.

O deputado do PT, José Roberto Forzani afirmou que vai pedir auditoria pública nas contas do Igeprev. “Há fortes indícios de má aplicação, de desvio de dinheiro de tudo que há de ruim”, afirmou o parlamentar. Para ele, muitos servidores podem ficar prejudicados. “O dinheiro é dos servidores e está em risco a aposentadoria e benefício de vários servidores”, disse.

O presidente da Casa, Sandoval Cardoso (PSD) informou que Villas Boas fez contato com ele e se colocou á disposição para ir até a Casa de Leis. A data deve ser definida ainda hoje.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins – SINTET chegou a encaminhar ao Ministério da Previdência Social – MPS um ofício solicitando abertura de processo administrativo, para apurar possíveis irregularidades acerca da alocação e aplicação de recursos do Fundo de Previdência do Igeprev, o que pode ter levado a um rombo profundo nas contas do Fundo.

Alguns sindicatos alegam que do total das aplicações do IGEPREV em um mesmo fundo de investimento ultrapassam o limite máximo de 25% do patrimônio líquido do fundo.

Na mesma sessão o  deputado do PMDB, Eli Borges apresentou na sessão desta terça-feira, um requerimento solicitando ao Sindicato dos Médicos para que informe a situação financeira do Plansaúde.