Educação

Foto: Divulgação

Para conhecer o projeto de ampliação da unidade sede da Faculdade Católica do Tocantins, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, recebeu a diretora geral da instituição, Clarete de Itoz, o vice-diretor de planejamento e desenvolvimento, Galileu Guarenghi e o vice-diretor administrativo, Rudinei Spada. A apresentação do projeto foi feita nesta terça-feira, 13, durante reunião com o Conselho Empresarial da Capital.

Segundo a diretora, a obra está orçada em R$ 21 milhões e possui uma arquitetura diferenciada. Serão construídas 34 salas de aula e 19 salas de laboratórios, além do estacionamento e térreo. A ampliação da Católica será dividida em três etapas. Na primeira etapa está prevista a construção de dez salas e cinco laboratórios e deve ser finalizada em dezembro.

Ainda de acordo com Clarete, já foi solicitado a avaliação do solo, e ainda nesta terça-feira, o projeto vai ser protocolado na Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo. Com a ampliação a faculdade vai atender sete mil alunos. “Hoje contamos com 11 cursos de graduação e oito de pós-graduação e atendemos mais de três mil alunos. A meta para 2015 é se tornar um centro universitário”, explicou a diretora.

 Na ocasião o gestor municipal destacou os investimentos que são necessários para educação municipal, as ações que já estão sendo desenvolvidas. O prefeito ressaltou ainda a capacitação para os professores da rede municipal em parceria com a faculdade e os benefícios da ampliação.

“Nossos projetos para a educação de Palmas é que seja modelo de excelência. Estamos em busca de melhorias, e por isso, o investimento na capacitação de professores. A Católica vem a somar para o desenvolvimento de Palmas que antes de formar profissionais, forma seres humanos”, afirmou o chefe do Poder Executivo. (Secom Palmas)