Estado

Foto: Divulgação

Uma auditoria no Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev). Esse foi o pedido que o deputado estadual Sargento Aragão (PPS), fez ao ministro da Previdência, Garibaldi Alves, no final da tarde dessa terça-feira, 13, em Brasília.

Aragão foi o único deputado estadual que acompanhou a comitiva de representantes sindicais, na Capital Federal. Lá, ele apresentou um dossiê com todas as denúncias, que saíram na mídia, a respeito do Igeprev, além dos seus dois requerimentos aprovados, em regime de urgência, que pedem a presença do presidente do Instituto, Rogério Villas Boas, na Assembleia Legislativa.

Segundo o deputado, o ministro acatou o pedido informal, para que o ministério audite o Igeprev: “Um levantamento patrimonial de todos os atuais e ex-gestores será feito”, disse Aragão.

Encontro

Sargento Aragão aproveitou a ida a Brasília para se encontrar com os senadores João Costa (PPL), Ataídes Oliveira (PSDB) e com o procurador da República Mario Lúcio. Na oportunidade, eles discutiram a formação de um grupo que crie novas alternativas para o Tocantins, visando às eleições de 2014: “Faremos novas propostas para o Tocantins, diferente da adotada pela Prefeitura de Palmas e pelo governo do Estado”, afirmou Aragão.