Bastidores

Foto: Divulgação

Nos bastidores já começa a ganhar corpo a defesa em prol do ex-ministro da Saúde e atual secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego de Palmas, Luiz Carlos Borges da Silveira como um dos nomes para a disputa para o governo do Estado do Tocantins no próximo ano. O nome de Silveira se juntaria então ao do empresário Roberto Magno Martins Pires (Robertinho Pires da Fieto) que também é cogitado.

A experiência e perfil de Borges Silveira são os dois fatores que favorecem para que ele entre no páreo, uma vez que Robertinho não tem experiência no meio político, muito menos de gestão pública. Entretanto, um dos que defendem o nome do empresário é o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) que em várias ocasiões chegou a citar o nome do colega de partido como uma boa indicação para representar um projeto de mudança do grupo no pleito no próximo ano.

Vontade Pessoal

Procurado pelo Conexão Tocantins para comentar o assunto, o ex-ministro e atual secretário Borges da Silveira frisou que fica satisfeito com as cogitações de seu nome. “Várias pessoas falam e cogitam isso pela minha experiência mas não tenho vontade nenhuma. Gosto muito do Tocantins e vou continuar ligado ao Estado independente disso”, afirmou.

Mesmo alegando não ter vontade pessoal o ex-ministro frisou que participará ativamente da escolha do nome do grupo de partidos ao qual o PP faz parte e que defende uma candidatura que represente a mudança no próximo ano. “Não tenho vontade pessoal de participar de uma eleição como candidato mas vou participar do processo e ajudar a encontrar um nome que possa ser o nome certo”, disse.

Mesmo ressaltando que deixará o processo correr com naturalidade ele admitiu ao Conexão Tocantins que se seu grupo o escolher como nome ele aceitará o desafio. “Se tiver num momento que haja um consenso pelo meu nome, pode até ser. Aí eu não vou recusar”, disse, completando que aceitaria uma indicação espontânea do grupo.

“Vejo que tem duas condições pra vencer uma eleição: ou se tem um candidato carismático e popular que já tenha o nome conhecido ou você tem uma proposta diferenciada para discutir e apresentar à população e precisa encontrar o nome adequado para ser o Executivo desta proposta”, analisou.

Silveira analisou ainda o nome do colega Robertinho Pires para a disputa. “Acho que o Roberto é um bom nome e tem todas as condições. Ele teria o apoio de muitos políticos”, disse.

Para o experiente ex-ministro, que foi responsável inclusive pela implantação no Brasil de importantes campanhas de saúde, como a do "Zé Gotinha" contra a paralisia infantil,  o Tocantins precisa de uma gestão que prepare a população para o crescimento tecnológico do Estado e que com isso melhore as condições de vida em geral. “Temos um Estado que tem logística boa e o que precisamos é melhorar as condições da população e motivá-la principalmente os jovens. Temos que pensar grande no Tocantins  e preparar a população para o crescimento do Estado”, salientou.