Polí­tica

Foto: Divulgação

Na tribuna, o deputado José Augusto Pugliese (PMDB) que é presidente da Comissão de Finanças falou nesta quarta-feira, 21, sobre alguns dados que o secretário de Planejamento e presidente do Comitê Gestor , Flavio Peixoto apresentou durante audiência pública nesta terça-feira, 21. Peixoto apresentou a prestação de contas do primeiro quadrimestre de 2013.

Os números oficiais, segundo o peemedebista, mostram de maneira clara que o governo investe muito pouco . Em 2011 os investimentos totais representaram apenas R$ 2,9% de todo o dinheiro que entrou na administração. Em 2012 o Estado foi no mesmo rumo o deputado questionou o destino de alguns recursos. “De cada R$ 100 em 2012 R$ 96,59 sumiram nos nossos olhos. Ou foi para o sujeito viajar, falar no telefone...o fato é que ele desapareceu”, disse. Pugliese defendeu que é preciso profissionalizar a gestão.

Ele criticou ainda o baixo índice de investimento no primeiro quadrimestre deste ano. “De cada R$ 100 apenas R$ 1,96 serviu para alguma coisa no Estado. R$ 98,04 desapareceu como fumaça”, afirmou. Segundo ele o custeio anda impossível na atual gestão.

Outro motivo das críticas foi o investimento na área da saúde, cerca de 22% do orçamento. “Nem remédio dá conta de comprar. Nem medicamento que tem decisão judicial esse governo dá conta de comprar”, afirmou acrescentando que a população está reclamando e os servidores da área também. “Que Brasília possa  interromper esse sumidouro do dinheiro público”, afirmou.

O deputado governista Amélio Cayres rebateu o pronunciamento de Pugliese. “Parece que o nobre deputado á voltando o tempo dos pemba”, disse. Ele frisou que existe a Lei de Acesso á Informação e que os cidadãos podem acompanhar os investimentos do governo.  “ Vossa excelência como candidato dos pemba não deveria estar falando essas coisas. Isso é subestimar a população. É discurso de quem quer ser candidato”, completou.