Polí­tica

Foto: Divulgação

O primeiro-vice-presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, deputado Osires Damaso (DEM), participou na noite dessa quarta-feira, dia 28, do lançamento da Agenda Legislativa da Indústria. Realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), em Palmas, o evento teve como objetivo fazer a entrega simbólica da Agenda 2013 ao representante do Parlamento estadual. A Agenda Legislativa da Indústria é um documento elaborado pela Fieto, de acordo com as diretrizes da Confederação Nacional da Indústria (CNI), e serve de instrumento de comunicação entre o setor industrial e o Poder Legislativo.

O material traz uma coletânea dos principais projetos de lei de interesse do setor industrial que tramitam no Legislativo estadual, demonstrando a visão da Federação em relação a cada um deles. Publicada anualmente, a agenda chega à sua 8ª edição e apresenta 61 projetos, sendo 42 de autoria do Governo do Estado e deputados estaduais, e 19 de deputados federais e senadores tocantinenses. Os projetos de lei destacados estão divididos nas áreas tributária, de infraestrutura, de assuntos institucionais e assuntos ambientais.

Ao receber o documento do presidente da Fieto, Roberto Magno Martins Pires, o deputado Osires Damaso reforçou a parceria e salientou a importância do documento para a Casa de Leis, com informações sobre projetos que contribuirão, segundo o parlamentar, para alavancar a economia estadual. Damaso também lembrou que, ao longo deste mandato, o Parlamento tem sido sensível à aprovação de projetos relevantes a vários segmentos econômicos, por meio da redução de impostos ou incentivos fiscais, e também pelo apoio à aprovação de leis em prol da crescente melhoria em infraestrutura e serviços do Tocantins.

“Nós, parlamentares, estamos atentos e comprometidos com a defesa e a aprovação de leis modernas e claras para que o Estado construa um ambiente de negócios capaz de fortalecer as empresas, atrair mais investimentos e promover o crescimento da economia tocantinense”, destacou Damaso.

O presidente da Fieto enfatizou a importância da sintonia com o Legislativo a fim de sanar as demandas sociais e propiciar o desenvolvimento de forma harmônica e integrada. “Nem todos os projetos convergem com o pensamento da indústria. Já são 29 leis aprovadas em desacordo às necessidades e demandas do segmento industrial. É nessa linha que a Federação quer, junto à Assembleia Legislativa, participar das discussões de todos os projetos que poderão impactar o setor industrial”, frisou. (Dicom AL)