Polí­tica

Foto: Divulgação

Depois de ter o registro de sua candidatura a Presidente do Diretório Estadual do PT para disputar o PED, em 10 de novembro, indeferido pela Direção Estadual, o Vereador de Palmas Waldson da Agesp (PT) conseguiu, através de recurso à direção nacional do PT, liberar o registro de sua chapa para concorrer à presidência do partido.

 O parlamentar teve o registro de candidatura indeferido pela Comissão Eleitoral, recorreu ao diretório estadual comandado pelo mesmo grupo e perdeu. Contudo, ao recorrer a Direção Nacional do Partido, a decisão do diretório estadual foi revista e Waldson teve sua candidatura a Presidente e da Chapa Renovação Democrática do Tocantins aceita.

 Segundo Waldson da Agesp a Nacional restabeleceu a democracia no partido do Tocantins”. O vereador ainda declarou que a eleição se disputa no voto e não no Tapetão e o afirmou não ter medo de enfrentar o grupo do atual presidente Donizeti Nogueira na urnas.

 Waldson destaca que, com essa decisão da nacional, as eleições ganharam novo fôlego, e que vai conquistar os votos dos demais companheiros partidários escutando os anseios destes para a melhoria do partido. “Serei a alternativa para os companheiros que buscam um partido mais dinâmico, mais voltado aos desejos dos filiados”, disse.

 Além de Waldson disputam o PED, o ex-prefeito de Couto Magalhães, Couto Magalhães, candidato do atual presidente Donizeti e ainda o filiado Josafá Maciel.