Estado

Foto: Divulgação

Após anunciar que vai aplicar de maneira retroativa o  reajuste médio de 10,23%  na conta de energia a  Celtins informou nesta sexta-feira, 13,  que fará o parcelamento dos valores retroativos será lançado nas três próximas contas. O reajuste na tarifa foi homologado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e publicado no Diário Oficial da União nº 126, do dia 3 de julho deste ano.

A liminar que suspendia o reajuste da tarifa de energia elétrica da Celtins foi anulada, na última segunda-feira, 09, por determinação da Justiça Federal, por decisão do juiz substituto Diogo Souza Santa Cecília.  

O Governo do Estado informou que vai recorrer da decisão do juiz para tentar novamente barrar o aumento e principalmente a aplicação dele de maneira retroativa. Na Assembleia Legislativa do Tocantins, a CPI que apura a situação da empresa, presidida pelo deputado do PT José Roberto Forzani,  vai analisar o reajuste