Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Manoel Queiroz, parlamentar que representa a região do Bico do papagaio, foi na tribuna da Casa de leis repercutiu o episódio da reunião na última sexta-feira entre prefeitos, senadora Katia Abreu e representantes da Caixa Econômica onde ao invés de 16 mil casas foram anunciadas apenas 750 para a regiã.

 O deputado citou a matéria do Conexão Tocantins com o presidente da Associação dos Municípios do Bico do Papagaio (Ambip) e prefeito de Axixá, Auri-Wulange Ribeiro Jorge (PSD) onde o gestor afirma que os prefeitos foram enganados. “Esse prefeito em momento algum falou ou quis falar das 70 mil casas do governador aliado dele”, questionou o deputado. Para Queiroz, como representante dos 25 municípios o presidente da Ambip deveria cobrar do governo estadual a construção das 70 mil casas prometidas.

 Queiroz disse que apoiou Katia na eleição de 2006 e saiu em defesa da senadora no episódio da redução das casas.  “ A redução foi grande mas pelo menos ela levou. O governo atual prometeu 70 mil casas e até agora não legou nenhuma”, disse.

 O deputado José Bonifácio também comentou o assunto e disse que os prefeitos devem ficar agradecidos pelas casas. “Esses prefeitos que estão inconformados talvez não construam nenhuma casa pelas condições deveriam ficar satisfeitos”, disse. O parlamentar criticou as declarações do presidente da Ambip. “Está tendo alguma coisa meio orquestrada contra a senadora e ela não merece isso. Acho que está incomodando todos os lados da política tocantinense”, frisou.