Polí­tica

Foto: Divulgação

Projeto de Lei que concede Título de Cidadão Tocantinense ao Padre Aderso Alves dos Santos foi apresentado pelo deputado Wanderlei Barbosa (PEN), no plenário da Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira 19. Líder espiritual da Paróquia Bom Jesus da Serra, zona rural da capital, o padre da “galera”, como é conhecido possui um extenso trabalho realizado pelo Estado, não apenas na área religiosa, mas também social, como o desenvolvido na luta contra as drogas.

Para o deputado Wanderlei esta é uma homenagem mais que merecida, devido ao empenho e dedicação de um Padre que conquista o carisma de jovens e adultos por onde passa. “O comprometimento do padre com a comunidade é fácil de ser visto, ele mudou o ritmo de Taquaruçu Grande, a paróquia Bom Jesus não é mais a mesma com a quantidade de fieis que saem de Palmas para ouvir sua pregação, sem falar no festejo que virou tradição e atrai centenas de visitantes e movimenta a região”, destacou.  

O projeto apresentado pelo deputado Wanderlei, teve ainda a subscrição dos deputados Osires Damaso (DEM), Manoel Queiroz (PPS), Solange Duailibe (PT) e Josi Nunes (PMDB), Carlão da Saneatins (PSDB) e Vilmar do Detran (PMDB).

Currículo

Padre Aderso Alves é natural do município de Jaupaci – GO, licenciado em filosofia pela Universidade Católica de Goiás e Graduado em psicologia pela mesma instituição. Bacharel em teologia pela PUC de Goiás e técnico em contabilidade pelo Colégio Getúlio Vargas de Jaupaci.

Chegou ao Tocantins em 2008, e foi diretor Espiritual e vice-presidente na Fazenda da Esperança, Professor da rede Estadual de Ensino nas cidades de Novo Acordo e Rio Sono, e ainda membro fundador da ONG Água Doce e membro do Conselho Comunitário do Estado de Tempo Integral Rural João Beltrão.