Educação

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Palmas retomou, na manhã desta sexta-feira, 20, a discussão sobre a pauta de demandas apresentada pela direção do Sindicado dos Trabalhadores em Educação de Palmas (Sintet), na última segunda-feira, 16. Participaram da reunião a secretária municipal da Educação, Berenice Barbosa, o secretário executivo, Samuel Bonilha, o secretário de Governo e Relações Institucionais, Tiago Andrino, e de Planejamento e Gestão, Adir Gentil, além de gestores da Secretaria Municipal da Educação (Semed).

 Na ocasião, foram apresentadas propostas e encaminhamentos em atendimento à pauta. Entre elas, a imediata realização de concurso público para a área da educação, que teve a data de 01 de dezembro deste ano para realização das provas. “Fizemos todo o esforço para priorizar a área da educação, oferecendo o certame ainda este ano. Já o quadro geral e o concurso da saúde ficam para o início do próximo ano”, explicou o secretário de Planejamento e Gestão, Adir Gentil.

 Quanto ao pagamento dos benefícios dos profissionais concursados de 2010, ficou definido que até o fim de novembro serão publicadas todas as portarias referentes às concessões. Outra resolução refere-se à participação de um representante da Semed no Grupo Gestor de Governo, com intuito de acompanhar e participar das discussões dos assuntos pertinentes à Educação.

 Ainda na reunião, foi apresentada proposta para o processo misto de escolha de diretores das unidades educacionais de Palmas, que visa valorizar a participação da comunidade escolar nos processos decisórios, dentro do princípio da gestão democrática da escola pública. A minuta será encaminhada à Secretaria de Assuntos Jurídicos para análise e posterior assinatura.

 Para o secretário de Relações Institucionais e Governo, Tiago Andrino, as reuniões com o Sintet têm sido produtivas. “Esta já é a segunda reunião com os representantes do setor e entendo que temos avançado na pauta”, avaliou. Ainda segundo ele, os pontos que ainda estão pendentes necessitam de estudos e avaliação por parte da equipe técnica de governo e planejamento. “Esses estudos já estão sendo feitos, tendo como base dados da própria Semed”, concluiu. (Secom Palmas)