Campo

Foto: Divulgação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (SENAR), coordenado pela presidente do Sistema CNA / FAET, senadora Kátia Abreu, iniciou nesta última segunda-feira, 23, os cursos de Produção de Conservas, Compotas e Frutos Cristalizados, Administração da Empresa Rural, Fruticultura e Cerca Convencional, nas cidades de Filadélfia, Carmolândia e Wanderlândia.

Produção de Conservas, Compotas e Frutos Cristalizados.

O curso, realizado no município de Filadélfia, tem duração de 40 horas, sendo 4 horas de aulas teóricas e 35 de práticas. O conteúdo programado abrange a parte de processamento de frutos, compotas e doces cristalizados, envolvendo tanto a higiene na fabricação, quanto o aproveitamento do fruto, rotulagem e embalagem, além de incentivar o manuseio das culturais nativas do cerrado como caju, pequi, buriti e mangaba.

Ao todo, 15 alunos foram inscritos para esta capacitação. Dona Maria Luiza Neves, 60 anos, pretende colocar em prática o conhecimento e gerar renda para a família. A aposentada, que diz ter várias plantas frutíferas no quintal de casa, afirma que vai poder aproveitar mais as frutas, em especial o pequi, e ainda ganhar um dinheiro extra.

Administração da Empresa Rural

O curso tem duração de 24 horas, divididas em 8 horas de aulas práticas e 16 teóricas.  Os 15 alunos inscritos aprenderão a fazer a base de cálculo dos custos, dos gastos e do lucro final do produto comercializado. Neste caso, o objeto de estudo é a comercialização do pescado por meio da colônia de pescadores Z14 do município de Filadélfia, que pretende executar o projeto de um tanque rede junto aos cooperados, gerando renda para as famílias locais, de forma organizada e seguindo um plano de negócio.

Cerca Convencional

O Curso de Cerca Convencional, na cidade de Carmolândia, está acontecendo na Fazenda Primavera e tem duração de 40 horas, sendo 4 de aulas práticas. Os 17 participantes farão treinamento na construção de quase 200 metros de cerca elástica convencional.

Na aula inaugural estiveram presente a coordenadora da Regional Senar de Araguaína, Bernadete Iunes, o presidente da Valecoop de Araguaína, Nasser Iunes, a proprietária da Fazenda, Patrícia Jacinto e o instrutor do Senar, Luiz Neiva. 

A capacitação vai propiciar métodos para realizar demarcações de território e demais utilidades de uma cerca convencional.

Fruticultura

O Curso de Fruticultura está acontecendo na cidade de Wanderlândia, com um público de 20 participantes e duração de 40 horas, divididas entre aulas práticas e teóricas. Os alunos vão ter acesso ao conteúdo de plantio de manejo correto das diversas culturas regionais, podendo utilizar o conhecimento para gerar renda na comunidade.