Turismo & Lazer

Foto: Valério Zelaya

O prefeito Carlos Amastha se reuniu na tarde desta segunda-feira, 30, com prefeitos e representantes dos municípios impactados pela construção da Usina Hidrelétrica de Lajeado para apresentar um roteiro turístico que deve ajudar na divulgação dos potenciais turísticos destes municípios. Juntos, Palmas, Porto Nacional, Lajeado, Miracema do Tocantins, Tocantínia, Brejinho de Nazaré e Ipueiras formam o Consórcio Intermunicipal para Gestão Compartilhada da Bacia Hidrográfica do Médio Tocantins (CI-Lago).

O material trata-se de um guia integrado de turismo que trará parte da história de cada uma destas cidades, os atrativos turísticos e as fotografias vão ilustrar as belezas naturais de cada município situado no entorno do lago. “O roteiro além de divulgar os recursos e o potencial turístico destes municípios vai ajudar na promoção de políticas públicas voltadas ao setor”, explicou Amastha.

Opinião compartilhada pela prefeita de Lajeado, Márcia da Costa Reis. Ela disse que os municípios pequenos, como é o caso de Lajeado que comporta pouco mais de dois mil habitantes, possuem pouca representatividade numa disputa por recursos federais. “As sete cidades juntas terão mais força para angariar fundos que servirão de investimentos para exploração turística,” defendeu a gestora.

Esta foi a terceira assembleia ordinária do CI-Lago. Na sequência, durante uma assembleia extraordinária, os participantes deliberaram sobre a formação da nova diretoria executiva do grupo e também do conselho fiscal. O prefeito de Palmas continua na presidência do consórcio por um período mínimo de dois anos.

Participações

Além de Amastha, participaram do encontro os prefeitos de Tocantínia, Muniz Araujo Pereira, de Ipueiras, Hélio Carvalho dos Anjos, e de Lajeado, Márcia da Costa Reis Carvalho, além do vice-prefeito de Porto Nacional, Pedro Henrique, do secretário de Juventude, Cultura e Turismo de Miracema, Jessé do Nascimento. (Secom Palmas)