Polí­tica

Foto: Divulgação

O ex-prefeito de São Paulo e fundador do PSD, Gilberto Kassab convidou o deputado federal Cesar Halum para assumir o comando do partido no Tocantins. Com o anúncio da possível saída da senadora Katia Abreu da legenda para aderir ao PMDB, Kassab incentiva Halum a permanecer e assumir a sigla no Estado.

Halum anunciou há vários dias a saída do PSD para se filiar no PRB mas ainda não se filiou. O parlamentar decide se recua da saída ou se seguirá os planos de ir para o PRB e também comandar a legenda no Tocantins. Aliados de Halum defendem e tem incentivado para que com a saída da senadora ele fique no partido já que o motivo alegado para sua saída era a falta de espaço na legenda e ainda a falta de relacionamento com a senadora.

Esta quarta-feira, 2, foi de articulações em torno de Halum para que ele fique no partido e reorganize as bases. O PSD é o partido que mais sofrerá perdas nos quadros com a criação do Solidariedade. O presidente da Assembleia Legislativa, Sandoval Cardoso e o vice-governador que era presidente regional da legenda, João Oliveira já deixaram o partido.

O PSD elegeu 31 prefeitos ano passado e vários gestores também devem deixar a sigla para se filiar a outras legendas. Halum é oposição ao governo do Estado e deve dar esse direcionamento ao partido se aceitar assumir o comando.

Por: Redação

Tags: César Halum, Gilberto Kassab, Kátia Abreu