Polí­tica

Foto: Divulgação

Na reta final de uma semana marcada por intensa movimentação e acordos nos meios político-partidários, o secretário municipal de Saúde de Palmas, Nicolau Esteves, apontado como pré-candidato a governador do Estado pelo PT, criticou a facilidade com que algumas lideranças políticas trocam de partido para acomodar conveniências pessoais.

“São as mesmas pessoas fazendo os mesmos acordos que sempre fazem em todas as eleições, mas que nunca resolvem os problemas do Estado”, afirmou Esteves, nesta sexta-feira, 4, em São Miguel do Tocantins, primeira cidade a ser visitada pela “Caravana Popular – Encontros pelo Tocantins”, um projeto do PT que pretende percorrer todas as 139 cidades do Estado até maio de 2014.

Ressaltando que os mesmos grupos políticos do Estado historicamente se unem “uns contra os outros, por interesses meramente eleitorais”, Nicolau Esteves assinalou que quase sempre as expectativas dos cidadãos não são levadas em conta e foi enfático ao mandar um recado: “Nem sempre o que é bom para o PMDB é bom para o PT e para o povo do Tocantins”.

Nicolau Esteves acredita que o eleitor não aceita mais este tipo de conduta e cita como exemplo a eleição de Carlos Amastha para a Prefeitura de Palmas. “Ele (Amastha) venceu fazendo acordo apenas com o povo. O PT também vai fazer esse acordo com o povo tocantinense e construir um grande projeto que vai mudar a cara da política no Estado”, prosseguiu Nicolau Esteves, ressaltando que “exatamente por isso, o partido começa a construir hoje um projeto que não é contra ‘A’ ou ‘B’, e sim a favor do Tocantins e seu povo”, referindo-se à Caravana.