Polí­tica

Foto: Divulgação

O vereador Emerson Coimbra (PMDB) usou a tribuna na sessão desta quinta-feira, 10, para esclarecer alguns pontos sobre a reportagem que a senadora Kátia Abreu (PMDB) deu ao portal UOL a respeito do deputado federal Júnior Coimbra (PMDB).

O vereador afirmou que é interessante ter uma senadora da república no partido, mas que Kátia Abreu se equivocou na sua entrevista. “A senadora disse que o deputado federal Júnior Coimbra estava com uma combinação de candidatura a vice-governador na chapa junto com o Eduardo Siqueira e que a vinda dela desarticulou o projeto de Coimbra ao cargo de vice do executivo estadual e ela ainda afirmou na entrevista que sua vinda para o PMDB era uma questão estritamente 100% local”, pontuou Emerson.

Para Emerson, a senadora precisa ter mais humildade, já que ela se filiou ao partido recentemente e pode precisar dos lideres ligados a Coimbra para qualquer cargo que ela for disputar em 2014. “A vinda de Kátia não foi uma escolha 100% local como ela afirmou para o site UOL e sim uma articulação nacional”, esclareceu o parlamentar.

Emerson lembrou a força política que o deputado tem, dando como exemplo os quase 70 mil votos em 2010 para deputado federal e que o mesmo é um dos pré-candidatos a governo do Estado pelo PMDB. “A senadora precisa somar  ao invés de subestimar a força politica de Coimbra, que é considerado um dos mais fortes lideres políticos do partido no estado, e começar a agregar, já que ela hoje é senadora da republica da sigla PMDB”, disse Emerson. O parlamentar pontuou que ele é eleitor no Estado e que Michel Temer e Valdir Raupp não têm domicilio eleitoral no Tocantins. (Com informações da Câmara de Palmas)