Estado

Foto: Divulgação

O coordenador regional da Funai, Cleso Fernandes afirmou ao Conexão Tocantins no final da manhã desta terça-feira, 15, que está acompanhando a averiguação do acidente que aconteceu nesta segunda-feira (14) e matou três índígenas e deixou 60 feridos. O Coordenador está se deslocando para Araguaina onde estão internadas as vítimas. Entre as vítimas fatais estão duas crianças, uma de 8 e outra 13 anos e Valdir Krahô, de 35 anos.

Conforme a Funai o órgão está fazendo um levantamento de toda a situação dos indígenas que foram vítimas do acidente com o caminhão em péssimas condições de tráfego onde eram transportados. Cerca de 75 indígenas eram levados da Aldeia Nova, em Goiatins, para Itacajá onde estavam indo participar da 9ª Feira Krahô de Sementes Tradicionais.

O caminhão, segundo contaram vítimas, perdeu o controle e tombou na BR-010, rodovia que tem 70km sem pavimentação. Os indígenas foram arremessados para fora da pista e socorridos por ambulâncias de municípios vizinhos e algumas pessoas que passavam pelo local.O caminhão teria sido cedido pela prefeitura de Itacajá. O Conexão Tocantins tentou contato com a prefeitura e com o gestor da cidade mas não obteve nenhuma resposta.

“Vejo toda informação nesse momento como precipitada. A Funai está in loco na aldeia Krahô e em Araguaina junto com as vítimas, estamos apurando e acompanhando tudo o que aconteceu e prestando solidariedade e apoio ás famílias”, disse. A Polícia Civil também apura as causas do acidente e procura pelo motorista que fugiu do local logo após o acidente. Segundo contaram indígenas que estavam no caminhão o motorista estava em alta velocidade.

Feira

Em razão das mortes a programação da 9ª feira Krahô foi alterada. O dia será de luto para os participantes  e não terá a exposição de rituais, segundo informou a Funai.