Estado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Defesa Social, viabilizou o reencontro de mãe e filha que estavam separadas desde junho deste ano, quando a criança foi levada pelo pai ao exterior, sem a permissão da família materna.

Oziene Vieira Barbosa embarcou nesta última sexta-feira, 18, saindo do Aeroporto de Palmas para as Filipinas para buscar a filha Ieda Alexandra Levin, de 2 anos. As passagens de ida e volta da mãe e de volta da criança foram custeadas pela Secretaria de Defesa Social.

O pedido de apoio foi feito pela Defensoria Pública da União no Tocantins, através do defensor público federal Pedro Paulo Raveli Chiavini, na última terça-feira, e atendido prontamente pelo secretário Nilomar dos Santos Farias.

“Não poderíamos deixar de ajudar essa família, que neste momento necessita do nosso empenho. Agimos imediatamente, a pedido do governador Siqueira Campos, para assegurar a efetivação dos direitos humanos, dando condições para que essa mãe fosse ao encontro de sua filha, uma criança em situação de risco, em um país estranho, longe de sua casa. Agora elas poderão retornar ao Tocantins, em segurança e com todo o conforto”, garantiu o secretário, ressaltando que o Governo do Estado tem trabalhado diuturnamente para atender a população tocantinense, especialmente as pessoas em situação de vulnerabilidade, tudo como forma de concretização dos direitos fundamentais.  

A menina foi resgatada na madrugada da última segunda-feira, dia 14, após o pai ser preso no Canadá. A previsão é que a tocantinense Oziene retorne já na próxima semana ao Estado, trazendo consigo a pequena Ieda. (Ascom Seds)