Esporte

Foto: Divulgação

Aos 88 anos faleceu nesta quarta-feira, 27, o  do ex-jogador de futebol Nilton Santos. Ele sofria do Mal de Alzheimer e desde sábado, 23, estava internado na Fundação Bela Lopes, em Botafogo, no Rio de Janeiro, com insuficiência respiratória.

Para a Secretaria Estadual de Esportes, a morte de Nilton é uma grande perda para todos os esportistas e para o Brasil. O maior estádio do Estado, inaugurado em 2000, leva o nome do ex-jogador.

Veja a íntegra da nota de pesar:

NOTA DE PESAR

Uma grande perda para todos os esportistas e para o Brasil, a morte do ex-jogador de futebol Nilton Santos é particularmente dolorosa para os tocantinenses que o homenagearam, dando o seu nome ao maior estádio do Estado, inaugurado em 2000.

Conhecido como “enciclopédia do futebol, Nilton Santos havia sido eleito pela Fifa, naquele ano, como o melhor lateral esquerdo de todos os tempos.  

Ele foi bicampeão mundial pela seleção brasileira em 1958, na Suécia, e 1962, no Chile, e o jogador que mais vestiu a camisa do Botafogo: 729 partidas em 16 anos.

Nilton Santos tinha 88 anos e sofria do Mal de Alzheimer. Desde sábado, 23, estava internado na Fundação Bela Lopes, em Botafogo, no Rio de Janeiro, com insuficiência respiratória.

Nossos mais sinceros votos de pesar a toda a família, parentes, amigos e admiradores deste grande jogador.

Rodolfo Costa Botelho
Secretário dos Esportes e Lazer do Tocantins

Secretaria de Esportes lamenta morte do ex-jogador Nilton Santos