Polí­cia

Foto: Letícia Cardoso

A primeira audiência de instrução e julgamento do caso Luciely Campos aconteceu nesta última quarta-feira, 27, na comarca do município de Ananás. As primeiras testemunhas foram ouvidas no início da manhã, por volta das 9h30 no fórum local. Ao todo 24 testemunhas prestaram esclarecimento do que aconteceu no dia do crime incluindo defesa, acusação, polícias militares e civis.

De acordo com o promotor, Luciano César Casaroti e a juíza Ana Paula Araújo Toríbio, esta primeira audiência é o início da Ação Penal, já que o inquérito policial está concluído, tendo como objetivo principal a colheita de provas dos depoimentos das partes, oitiva das testemunhas.

O acusado de assassinato, Janiel Ferreira de Almeida, não compareceu na audiência, apenas os advogados Glebson de Sousa Lessa e Valeriano Jaques G. Júnior ambos de Imperatriz (MA).

Os advogados de defesa trabalham para provar que o acusado é inocente e que teria bom comportamento perante a sociedade. Já o advogado de acusação, Sérvulo César Vilas Boas, aguarda o interrogatório do acusado para saber se ele será absolvido ou se irá a júri popular.

A Audiência foi encerrada por volta das 17h30, em virtude das demais testemunhas abonatórias do acusado não morarem na mesma cidade e ou Estado, e, neste caso, serão então ouvidas através de carta precatória. Já o acusado Janiel Ferreira, será ouvido na comarca onde reside.