Polí­tica

Foto: Divulgação

O secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Marco Antônio Oliveira, atendendo a solicitação da deputada federal Professora Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO), confirmou a implantação de unidade de ensino descentralizada do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO) nos municípios de Pedro Afonso e Lagoa da Confusão.

Segundo a parlamentar, além da localização estratégica, ambos os municípios são grandes produtores de soja, melancia, cana-de-açúcar, e até mesmo uva, como é o caso de Lagoa da Confusão. Além disso, o Governo do Tocantins está implementando o Programa de Desenvolvimento da Região Sudoeste do Tocantins, o Prodoeste, que visa fortalecer e priorizar a agricultura irrigada utilizando as potencialidades regionais associada a melhorias sociais. “Para que esse programa alcance esse objetivo, é de fundamental importância a implantação de uma escola técnica profissionalizante para fornecer mão de obra especializada”, pontuou Professora Dorinha.

Ainda conforme a deputada, as prefeituras já se comprometeram em oferecer inicialmente as instalações necessárias para a implantação da escola, com a doação de imóveis.

O secretário Marco Antônio confirmou à Dorinha pontuou que os municípios se enquadram nos critérios do MEC para a instalação das unidades do IFTO, principalmente pelo fato de já terem os imóveis para doação. “Ambos os projetos contam com a simpatia do MEC e o cenário é de confirmação ao pedido da Professora Dorinha. Neste ano, nós atendemos apenas 80 solicitações de implantação de escola técnica e Pedro Afonso e Lagoa da Confusão estão incluídas nesta lista”, disse Oliveira.