Polí­tica

Foto: Divulgação

No final da manhã desta terça-feira, 17, alguns partidos da oposição , PT, PP, PSL e PcdoB oficializaram a formação do grupo intitulado de Terceira Via para as eleições do próximo ano.

O encontro foi aberto pelo presidente estadual do PT, Donizeti Nogueira, que anunciou os demais presidentes de partidos. “O bloco é comprometido com nosso Estado para construir uma grande aliança com o povo tocantinense para apresentar um projeto de desenvolvimento capitaneado por todos esses partidos”, afirmou. Nogueira disse que em janeiro haverá a primeira reunião do grupo mantendo a individualidade das legendas mas fazendo também eventos em conjunto.

O presidente estadual do PP, deputado federal Lázaro Botelho frisou que o grupo quer atrair outros partidos como o PR. “E outros que tenham interesse em formar um grande bloco para juntos chegarmos ao Governo do Estado”, disse, afirmando que a intenção do bloco é trabalhar um projeto juntos. “Vamos incentivar que esse grupo se mantenha unido defendendo a mesma ideologia, falando a mesma língua em prol do desenvolvimento do Tocantins”, pediu.

O presidente do PCdoB, Luciano afirmou que o partido entende que uma nova alternativa para  povo é necessária e que deve ter um candidato que representa o povo. "Não participaremos de nenhuma candidatura que possa representar retrocesso", afirmou. O representante do PCdoB disse ainda que a legenda quer um projeto de mudanças.

Em seguida o presidente do PSL, Cristian Zini, disse que o partido quer fazer uma política diferente. "Temos que fazer no mínimo o que está acontecendo na capital: fazer a diferença", disse. Segundo ele a intenção é ter uma campanha propositiva para o povo do Tocantins. O partido tem como pré-candidatos o ex-ministro Luiz Carlos Borges da Silveira e o suplente de senador, Marco Antônio Costa.

Participaram do encontro aliados políticos dos diversos partidos do grupo além dos deputados estaduais Amália Santana e José Roberto Forzani do PT.