Polí­cia

Na tarde desta última terça-feira, 17, os órgãos de Segurança Pública em Palmas representados pelo coronel PM Jefferson Gadelha, diretor do Departamento de Polícia Comunitária; Major PM Alberto Coimbra, representando o comando do 6º BPM; Vanderlan Maciel, diretor do Departamento de Informática da SSP; Major PM Mauro Medeiros da Assessoria Técnica de Informática e Telecomunicações (ATIT); Capitão PM Eduardo Silva do Comando do Policiamento da Capital(CPC); Inspetor GMP Ribamar Martins, do Gabinete de Gestão Integrado Municipal(GGIM); João Sousa do SIOP e Sub Tenente dos Bombeiros César Augusto e assessores, reuniram-se na sede do 6º BPM, com Thiago Mônaco, coordenador Técnico da empresa Mtel, responsável pela implantação do sistema de videomonitoramento do Programa Crack, é possível vencer, em Palmas. 

A reunião teve como objetivo traçar estratégias para afixação dos postes que receberão as câmeras, com previsão para o final de fevereiro para o teste de funcionamento. Outra reunião que ocorrerá na próxima quarta-feira, 18/12, entre o coordenador técnico da Mtel e representantes da Celtins, Superintendência de Iluminação Pública, Guarda Metropolitana de Palmas, Departamento de Informática da SSP e ATIT definirão detalhamentos técnicos da implantação. 

Recentemente o Tocantins recebeu um micro-ônibus que funcionará como unidade de comando móvel. O veículo que será utilizado pelos policiais na prevenção, assistência aos usuários e combate ao tráfico de drogas, é equipado com refletores de led, impressora, câmeras externas e internas, sistema de armazenamento de imagens etc. 

O videomonitoramento faz parte do programa Crack, é Possível Vencer, pactuados entre Governo Federal, Estado do Tocantins e Prefeitura de Palmas, em Brasília.