Palmas

Foto: Valério Zelaya

O prefeito Carlos Amastha reuniu-se na manhã desta quinta-feira, 19, em seu gabinete na Diretoria de Meio Ambiente, com secretários municipais envolvidos em ações que visam minimizar os danos causados pelas fortes chuvas que vêm acometendo o Município nos últimos dias.

O encontro envolveu as Secretarias de Segurança, Defesa Civil e Trânsito, de Comunicação, de Desenvolvimento Social, da Saúde, de Infraestrutura e Serviços Públicos e a Procuradoria Geral do Município.

Esta é a primeira reunião promovida com o grupo de secretarias chaves envolvidas no trâmite desde a publicação do Decreto nº 675/13 que decreta situação de emergência em decorrência de fortes chuvas, alagamentos e inundações no âmbito do Município de Palmas.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil, Iranilto Sales, um diagnóstico foi realizado pelo órgão. “Repassamos na última segunda-feira relatórios para as secretarias contendo todas as demandas oriundas dos temporais”, disse.

“Já disponibilizamos 50 cestas básicas e iremos viabilizar a aquisição de colchões para atender as famílias impactadas”, ressaltou a secretária de Desenvolvimento Social, Maria Luiza Felizola Leão Gomes.

A infraestrutura é a área mais impactada pelas chuvas em Palmas e já vem recebendo ações pontuais para sanar os transtornos. Segundo a secretária de Infraestrutura e Serviços Públicos, Valéria Hollunder, operação tapa buraco, desentupimento da rede de drenagem pluvial, recuperação de vias de acesso e outros, estão sendo executados constantemente pelas equipes da secretaria desde o último dia 13, um dia após a primeira forte chuva.

O prefeito Carlos Amastha enfatizou que todos os serviços devem ser executados o quanto antes para recuperar a cidade. “Devemos agradecer pelo fato de termos tido apenas perdas materiais, não perdemos nenhuma vida como em outras tantas cidades que passam por esse problema. No entanto, devemos ser ágeis e dinamizarmos as soluções para os problemas adquiridos”, enalteceu. (Secom Palmas)