Estado

Foto: Divulgação

O secretário geral da previdência  da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil - CTB, Pascoal Carneiro visita o Tocantins para discutir com representantes sindicais a organização e legislação dos sindicatos. Atualmente conforme estimou a CTB Tocantins cerca de 50% dos sindicatos do Estado não estão legalizados. “Muitos sindicatos faltam o registro sindical e o código sindical junto ao Ministério do Trabalho e Emprego”, frisou.

Sem a legalização devida os Sindicatos não podem arquivar acordos coletivos junto ao MTE nem receber o imposto sindical. No Tocantins a CTB trabalha para aumentar o número de filiados.

Em visita ao Conexão Tocantins,acompanhado do presidente da CTB/TO, Antonildo Alexandreele falou da articulação da CTB para a Criação da secretaria nacional de aposentado, pensionista e idoso que será implantada pela presidente Dilma Rousseff assim que sair a reforma ministerial deste ano. “A Secretaria vai atuar na elaboração de políticas públicas sobre a previdência e para o idoso”, explicou. A intenção é que a nova secretaria seja vinculada junto ao gabinete da presidência.

Outra meta da CTB é junto com a presidência é elaborar uma política de reajuste que atenda uma espécie de aumento real a cada ano para os pensionistas e aposentados. O secretário defendeu ainda a extinção do fator previdenciário. “ É uma política injusta do meu ponto de vista”, frisou.

Por: Redação

Tags: Antonildo Alexandre, CTB, Pascoal Carneiro