Polí­tica

Foto: Divulgação Costa defende que partido fique na oposição Costa defende que partido fique na oposição

O futuro do PR no Tocantins começa a ser definido na próxima semana com uma reunião que será realizada entre os principais líderes para escolher uma comissão que irá à Brasília conversar com o presidente nacional, Alfredo Nascimento. Os nomes da nova executiva serão definidos e a deputada Luana Ribeiro, filha do senador João Ribeiro, e o prefeito de Araguaina, Ronaldo Dimas são os cotados para assumir o comando da legenda.

Dimas, que é aliado do governo estadual, pode levar o partido para a base do governador Siqueira Campos conforme temem alguns republicanos porém o assunto divide os membros do partido.

O vereador da capital Lucio Campelo afirmou ao Conexão Tocantins que o novo comando deve ser discutido com todos. “Defendo que seja feita uma reunião com lideres que compõe base política e construir uma comissão para falar com Alfredo nascimento e junto sentarmos e construir esse presidente e essa comissão para manter um PR forte com o legado do senador”, disse.

O posicionamento do PR para o pleito desse ano já divide alguns membros do partido. O vereador Lucio defende que o partido esteja aberto para conversar com todos. “ Temos que ter uma porta aberta pra discutir o melhor projeto. Na minha opinião não podemos fechar as portas para ninguém”, frisou ao considerar que a legenda deve levar em consideração também as estratégias para eleger os candidatos das proporcionais.

Costa quer Luana

Por outro lado o suplente de senador, João Costa disse ao Conexão Tocantins que defende que a legenda fique na oposição. “ O novo PR que vai ser construído precisa ter o rosto do senador e as qualidades políticas do senador. Teria que ser de oposição com capacidade de reestruturar o Tocantins, um partido com vontade e capacidade de apurar as irregularidades do Tocantins e que seja uma oposição inteligente”, disse.

Costa declarou apoio ao nome de Luana para assumir a legenda. “Acho que ela tem a identidade e rosto do senador”, frisou.

O suplente criticou o pré-candidato do governo, Eduardo Siqueira Campos. “Eduardo pra ganhar eleição tem que disputar eleição sozinho se ele disputar com o poste ele perde, se ele disputar com o macaco Simão ele perde também. Até o macaco Simão ganharia de lavada do Eduardo”, ironizou.

Por: Redação

Tags: João Costa, Luana Ribeiro, Lúcio Campelo