Estado

 

A reunião aconteceu na manhã desta segunda-feira, 20, na sala de reunião do Hospital Osvaldo Cruz, onde o presidente do Sintras, o enfermeiro Manoel Pereira de Miranda, reuniu com a presidente do Sindessto (Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos em Saúde), Drª Maria Lúcia Machado de Castro, para discutir a Convenção Coletiva de 2014.

Na ocasião, a representante do Sindessto já tinha a minuta da proposta da Convenção Coletiva de 2014 em mãos, anexada ao ofício, que foi encaminhado pelo Sintras, no dia 9 de dezembro último.

De acordo com a proposta do Sintras todos os salários com valores em 2013 de R$ 684,00 sejam ajustados para R$ 724,00 mais R$ 7,00 de acréscimo. Assim como os salários de R$ 689,00 será aplicado o salário mínimo vigente mais doze reais. Quanto aos profissionais instrumentador de consultório dentário, office-boy e operador de densitômetro ósseo são propostos R$ 780,00. E para os técnicos em manutenção será de R$ 800,00. Já para os demais cargos o acréscimo com um índice de 6,56% (INPC mais 1% de ganho real).

O Sindessto propõe retirada da gratificação de R$ 50,00 dos Técnicos em Radiologia, além de aplicar o índice de 5,56% para convenção deste ano.

Após a apresentação das propostas, cada entidade ficou de analisar e na reunião agendada para a próxima segunda-feira, 27, expor as decisões para chegar a um consenso.

Reunião

No ofício, o sindicato já havia solicitado a reunião para acontecer ainda em dezembro, mas o sindicato patronal não definiu data, além da cópia da notificação emitida pelo Ministério Público do Trabalho quanto ao regime de plantão exigido.

A proposta entregue ao Sindessto foi apresentada pela diretoria do Sintras e aprovada pela categoria durante Assembleia realizada em dezembro passado.

Também participaram da reunião Glaucia Evangelista Sousa, Tatiane Oliveira Antunes e Daniela Rodrigues Cardoso, representantes do IOP, do CDT diagnósticos e CEACOP e respectivamente.