Educação

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira,3, uma aula inaugural marcou o início do ano letivo no Tocantins. A solenidade de boas vindas aos alunos foi realizada no Centro de Ensino Médio de Taquaralto, na região sul de Palmas. Na rede estadual, são mais de 180 mil alunos que voltam à sala de aula em 538 escolas. Destas, 50 funcionam no sistema de educação em tempo integral. Além de apresentações artísticas, com músicas e coreografias, foram entregues aos professores, agendas e aos alunos, guias de aprendizagem.

O vice-governador João Oliveira destacou os investimentos direcionados à educação, cujo orçamento deste ano aumentou cerca de 30%. Ano passado, o orçamento foi de R$ 1.043.922.434, neste ano subiu para R$ 1.353.005.446. Entre outras ações, a previsão é de mais investimentos direcionados à construção de Escolas de Tempo integral (ETI´s). Atualmente são sete unidades de ensino integral em construção.

“Que todos os alunos se interessem para avançar no conhecimento. Está havendo um investimento grande do Estado no tocante às ETI´s, à qualidade de ensino, a melhoria das condições de trabalho, na qualificação dos professores. Nossos alunos terão todo o apoio para crescerem, se desenvolverem, tornarem realmente exemplos, e não sentirem a falta de escolas particulares”, disse o vice-governador.

A estudante do 3º ano do ensino médio Claudineia Feitosa trouxe de Marabá-PA a vontade de ingressar em uma faculdade. “O que eu puder fazer para aprender e ensinar, vou fazer. É o que espero para este ano. Vim para cá com projetos, tem muitas faculdades aqui, tenho esse desejo”, relatou. Já Raquel Evangelista, aluna do 2º ano, quer ser mais engajada nas atividades e projetos da escola . “Que seja um ano melhor do que ano passado. Que haja ainda mais projetos para que possamos participar melhor”, contou.

Adriana Aguiar, secretaria de Estado da Educação e Cultura, lembrou aos alunos da importância de ter objetivos traçados no início de cada ano letivo. “Esperamos que nossos alunos venham com foco, com metas definidas, para que eles possam agregar ao desejo dos professores de estar somando com a construção do conhecimento deles”, destacou. De acordo com a secretária, os guias de aprendizagem serão uma ferramenta para fortalecer e intensificar o Sistema de Avaliação Monitoramento e Valorização da Educação (Salto). (ATN)